Arquivo do blog

domingo, 6 de agosto de 2017

Um Café com Lebron


Um galão de diesel – James Hunt:
- “O presente é a chave do passado”. Entretanto, cabia nas entrelinhas o olhar escondido, em céu, estrelas. Saiu de um buraquinho e se não tinha vida, ainda contudo, carregava esperança.
- Avistei isso num jornal, quer dizer em um periódico. Ou seria melhor em um jornal, uma revista. Ainda que fosse pequeno com uma Boceta arranhada. Amarrada em provisões, ou previsões.
-Provisões. Ela me disse. Olhei no dicionário, logo em seguida. Ela tinha a capacidade de manjar de muita coisa, mas um dia travou.
-Eu fiquei rindo. Tirou os tênis dos pés e sentou em cima da mesa. Enquanto isso, eu ia de encontro a uma avenida que poderia ser à entrada de um novo canteiro de obras.
“- É um assalto”. A plenitude dos meus devaneios.
Levou aquilo que foi presente.
- E que presente. Ela Valentina sozinha empunhando facas, contra a parede.
Comentaram alguns sobre a peça e tornaram aos copos.
- O show acabou. Fecharam as cortinas para mais outra que serviria no palco.
- Tocaram no machado, por Deus, tocaram no MACHADO. E gritaram,
- A arte segura o mundo!
E no caminho disso tudo, mais uma dessas que acontece. Devagar, respirando sendo si mesma: A verdadeira beleza exposta em véu e grinalda.
-Carambolas a álcool motor. Eu vi uma e entrei pra casa. Vai se saber o que passa ne uma dessas.






Nenhum comentário:

Postar um comentário